Buscar
  • Equipe Photoverde

"Esse Lugar Não é Para SUP" - 16 Dias e 285 km de Remada Extrema

Atualizado: 22 de Jun de 2019


"E enfim, após percorrermos pela quarta vez os pampas e serras do Sul, em um misto de exaustão e motivação eu e a Fernanda concluímos o projeto 6 Hard Xpeditions, com uma ideia que apesar de parecer louca para muitos ('uma das mais insanas expedições de SUP já realizadas' afirmaram uns expertos) se mostrou como a única forma aceitável para empreendermos uma aventura remando em pé, atividade que achávamos monótona.

Durante uma inédita travessia palmilhando por 16 dias centenas de improváveis quilômetros de uma das regiões mais belas, isoladas e ricas em biodiversidade do Brasil, realizamos outra aventura científica-exploratória por áreas inexploradas, adentrando estreitos e imperceptíveis córregos para tentar cruzar um roteiro desaprovado até por mateiros, com complexa navegação em inúmeros labirintos formados por milhares de ilhas, rios e canais - arrastamos mais de cem quilos de carga (incluindo pranchas de quase 5 metros) por inóspitos manguezais e florestas alagadas quase impenetráveis (por vezes à noite), presos nas baixas marés lutamos com lama até os joelhos, chafurdamos por águas fétidas infestadas de cobras e jacarés responsáveis por ataques registrados, remamos contra fortes ventos e correntes, fomos

surpreendidos por caçadores sorrateiros durante pernoites na morada de onças (cruzamos rastros e lembrávamos das estatísticas locais a cada barulho noturno), suportamos sofridas madrugadas em manguezais sob uma instável barraca armada sobre pranchas precariamente ancoradas (flutuando ou suspensos em um jirau feito com galhos e remos, despertando a cada meia hora para verificar se a alta maré noturna não nos arrastava), sendo castigados por torturantes hordas de mosquitos 'pólvora' em plena lua cheia (quando ficam mais 'furiosos'), sofremos com lesões e dores crônicas (cotovelos e ombros inflamados, mãos e pés inchados e enferidados, bolhas, etc.), improvisamos soluções para equipos avariados, com técnicas e logística minimalistas (com a mesma roupa, dispensando alguns equipos extras, etc.), entre outras dificuldades.

Apesar de cruzarmos áreas completamente obstruídas por densa vegetação, que exigiam até duas horas para render apenas uns 300 metros nos piores trechos, realizamos nossa jornada sem cortar uma folha sequer com o facão e mais uma vez produzindo uma importante pesquisa (com análises químicas da qualidade da água, etc.) e em prol de uma nobre causa ambiental (assista o vídeo abaixo e saiba mais em www.salveailhadomel.com.br)." - trecho de um artigo que fala sobre a nossa expedição de SUP, 6ª e última do projeto #6HardXpeditions.

Gratidão: LG, Duracell, GORE-TEX e Brasil Kirin (Patrocínio); Volvo Car Brasil (Veículo Oficial); SOLO, Pé na Trilha, Seasub, New Advance, Ben Paddles, Meu Dome e OPIUM Hightech (Apoio).

Colabore com o projeto 6 Hard Xpeditions, compartilhe esta história!

0 visualização

REALIZAÇÂO

PATROCÍNIO